Estresse de fim de ano: por que aumenta e como evitar?

Homem sentado com as mãos no rosto e com aspecto de estresse

Embora, para muitos, o fim de ano, as festas e os feriados sejam muito divertidos e relaxantes, esse época também pode ser um dos períodos mais estressantes do ano. Dezembro é um mês de encerramento de ciclos e alegrias, mas também de muitos gastos, excesso de compromissos e expectativas. Dessa forma, isso tudo pode gerar muito estresse de fim de ano.

Ainda mais em um ano como 2020, em que estamos enfrentando uma pandemia. Com certeza, não foi um ano fácil para ninguém. No entanto, é possível evitar e combater esse estresse! Por isso, separamos aqui vários conselhos que irão ajudar você. Continue a leitura e saiba como cuidar da sua saúde mental nessa época do ano.

Por que nos estressamos tanto no fim de ano?

De acordo com a International Stress Management Association (Isma), o nível de estresse aumenta, em média, 75% em dezembro. A pesquisa realizada indica que, das 678 pessoas entrevistadas, de 25 a 55 anos: 75% ficam mais irritadas, 70% mais ansiosas, 80% sentem a tensão no corpo e 38% têm problemas para dormir.

Assim, é fato de que o estresse é bem mais comum no último mês do ano. Inclusive, muitos chamam esse estado de ânimo estressante de fim de ano de “dezembrite”. Mas por que será? Especialistas dizem que isso acontece por um conjunto de fatores:

  • Sobrecarga no trabalho;
  • Muitos gastos devido aos presentes e festas;
  • Agitação e correria para comprar presentes;
  • Organização e execução de confraternizações;
  • Excesso de compromissos e pendências;
  • Sensação de falta de tempo;
  • Reflexão constante sobre o ano que passou e, consequentemente, angústia;
  • Expectativa e ansiedade para o ano que vem;
  • Autocobrança em agradar aos outros nas festas de família.

Visto que, em dezembro de 2020, ainda é essencial tomar alguns cuidados para evitar o novo coronavírus, alguns desses fatores que desencadeiam o estresse de fim de ano podem mudar. Por exemplo, não é recomendado realizar grandes confraternizações e o ideal é comprar presentes de forma on-line. Então, talvez, você não se estresse tanto pelas festas ou pela correria e agitação nos shoppings.

Em compensação, a ansiedade de muitas pessoas pode aumentar devido às incertezas e ao medo de se contaminar com a COVID-19. Além do que, passar o Natal sem a família também pode causar tristeza e tensão.

Mas, apesar disso tudo, é possível passar um fim de ano mais tranquilo, feliz e sem tantas angústias. Para isso, alguns cuidados e hábitos são necessários. Confira!

10 dicas para evitar e controlar o estresse de fim de ano

1. Seja gentil consigo mesmo

Esse ano, mais do que nunca, foi um ano com muitas mudanças e pressões para todos. Portanto, lembre-se de que tudo o que você pode fazer é o seu melhor, e o seu melhor é bom o suficiente. E é impossível agradar a todos. Não se cobre tanto.

2. Coloque limites

Para isso, é muito importante saber reconhecer que você não consegue dar conta de tudo e aprender a dizer “não”. É difícil, nós sabemos, mas, por outro lado, irá fazer muito bem a você. Portanto, seja realista e coloque limites na quantidade de compromissos, trabalho e nos gastos.

3. Organize seus gastos

Presentear os outros é algo que dá prazer, mas cuidado para não sair do seu orçamento. Antes de mais nada, defina um limite de gastos com presentes e gaste apenas isso. Lembre-se de que nem sempre é necessário dar presentes materiais. Seja como for, um gesto atencioso de fazer algo para alguém que você gosta vale mais do que um item caro que, em alguns casos, a pessoa nunca vai usar.

4. Adapte as confraternizações

Neste fim de ano, você pode buscar novas maneiras de comemorar junto com sua família e amigos. Jante cada um na sua casa enquanto conversam por videochamada. De fato, é diferente, mas não se apegue e busque pela segurança em primeiro lugar. Outra ideia é enviar os presentes para a casa de cada um e marcarem de abrirem os pacotes juntos por videochamada também. É importante ser realista e se adaptar para não se estressar.

5. Divida as tarefas

Seja com os compromissos familiares, com amigos ou no trabalho, peça ajuda. Você não precisa fazer tudo sozinho.

6. Foque no lado positivo

Chegar alguns minutos atrasados e derramar comida na roupa não irão estragar seu dia. Não deixe que pequenas coisas causem estresse. Em vez disso, foque no lado bom e agradeça o que tem ou conseguiu.

7. Respire profundamente

Quando perceber que está começando a ficar nervoso e tenso, faça um exercício de respiração profunda. Primeiro, inspire de forma lenta e profunda, enchendo os pulmões. Prenda a respiração por alguns segundos. Depois, expire lentamente pela boca até que todo o ar saia. Repita quatro vezes.

8. Reserve um tempo para você

É muito importante encontrar um equilíbrio entre sua responsabilidade com os outros e o trabalho, e um tempo para seu autocuidado. Essa é uma das maneiras de reduzir o estresse, de acordo com a Mental Health Foundation. Por isso, tente se concentrar em fazer algo bom para você, como ler um livro, assistir a um filme de Natal ou ouvir música. Qualquer coisa que ajude a relaxar.

9. Reconheça seus sentimentos

Você não precisa se forçar para ser feliz só porque é época de festas. O ano realmente tem sido difícil e talvez você não possa passar o Natal com sua família. Portanto, não há problema em chorar ou expressar seus sentimentos. Nesse sentido, a Mayo Clinic aconselha conversar com um amigo ou parente sobre suas preocupações. É bom desabafar.

10. Mantenha hábitos saudáveis

Não deixe que os feriados se tornem uma oportunidade para ser irresponsável e piorar seus hábitos. Pelo contrário, é importante dormir bem, manter refeições saudáveis, não exagerar no álcool e praticar atividade física. Hábitos saudáveis como esses ajudam a evitar o estresse de fim de ano.

Gostou destas dicas? Confira mais conteúdos para saber como cuidar da sua saúde e seu bem-estar aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *